Quem tem preguiça de pensar, não tem argumento e acaba caindo no julgamento e no ódio

Quem quer buscar a verdade, não se prende com unhas e dentes a nenhuma visão engessada ou nenhum tipo de preconceito, mas vai penetrando cada vez mais fundo naquilo que deseja entender, sempre contando com a graça de Deus, que nunca desampara os que buscam a verdade com sinceridade de coração.

A falação é a doença de quem precisa desesperadamente de atenção

O mundo atual conta com diversos estímulos que disputam a nossa atenção a todo instante. Além esses estímulos, ainda existem pessoas que falam pelos cotovelos em uma tentativa desesperada de receber algum afeto e admiração. Este é o caminho daqueles que ainda não foram curados e precisam abrir o coração para receber o amor de Deus.

Buscar apenas sentimentalismo e arrepios impede o amadurecimento da vida espiritual

Algumas pessoas sentem dificuldades em avançar na vida espiritual porque buscam na oração e práticas de devoção apenas a satisfação de um sentimentalismo. Rezar com sentimentalismo e não com a vontade e a decisão é o que cria essa estagnação.

A irritação e a raiva de quem é orgulhoso e outras meditações atuais

Vivemos em um mundo onde as pessoas se esqueceram de Deus e não buscam o auxílio do Espírito Santo, que traz paz, união, amor e nos capacita para as boas obras. Quando depositam suas esperanças apanas em si mesmas, as pessoas tornam-se orgulhosas e caem muito facilmente na irritação e na raiva. Você tem presenciado muita raiva e falta de educação em algum ambiente que frequenta? Eis o motivo!

Por que existe o sofrimento? Entenda a santificação das dores humanas e veja tudo de uma maneira diferente

O homem, manchado pelo pecado original, sempre buscará o prazer e o pecado, fugindo da dor e buscando todo o tipo de benefício, mesmo que ilícito. Em uma sociedade que busca tanto conforto e apenas tem olhos para o material, o sofrimento só pode ser visto como uma grande praga ou castigo. É assim que a pessoa sem fé (inclusive as que participam de alguma religião) enxerga o sofrimento.

Lições para quem critica os defeitos alheios e outros conselhos de santos

Criticar os defeitos alheios é uma prática usada por muitos que querem apenas ignorar suas próprias falhas. Antes de falar mal do outro, por que não analisar suas próprias dificuldades? Se todas as pessoas tomassem essa atitude, o mundo seria bem mais leve e compreensível, e todos buscariam melhorar com caridade e unidade. Vejamos algumas frases e conselhos de grandes santos da Igreja Católica para uma vida melhor.