A Armadura do Cristão.
Quadrinhos Católicos

Se você sente que está “apanhando da vida”, é porque precisa da Armadura do Cristão

Muita gente não acredita, mas existe um intenso combate espiritual acontecendo todos os dias. Se não lutamos com as armas corretas, somos atingidos e prejudicados cruelmente pelos golpes do inimigo, que não cessa de buscar a nossa perdição.

Veja também:

Não é contra homens de carne e sangue que temos que lutar

O grande erro que muitas vezes cometemos é nos colocarmos uns contra os outros. Como é triste ver que muitos estão brigando uns com os outros, discutindo e desmerecendo o valor do outro, criando guerras e combates nas conversas e nas redes sociais. O nosso combate não é contra os homens de carne e sangue, pelo contrário, o nosso combate é contra o maligno, contra aquele que nos seduz e inspira o mal, é contra aquele que, de fato, coloca, em nosso coração, acusações contra os nossos irmãos. É ele que precisamos combater, ele é o nosso inimigo comum!

Tome consciência deste combate que acontece todos os dias, passe a enxergar as pessoas de outra forma, e lute contra este inimigo com as armas certas, afinal, colocar uns contras os outros é um dos grandes prazeres do diabo.

A ilustração deste artigo serve de inspiração para o combate, e a seguir, você confere o trecho bíblico que fala da Armadura do Cristão. Ore com esse poderoso texto.

A armadura do Cristão

10.Finalmente, irmãos, fortale­cei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. 11.Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. 12.Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. 13.Tomai, portanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. 14.Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, 15.e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz. 16.Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. 17.Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a Palavra de Deus. 18.Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *