Jesus, eu confio em vós
Agregando Valores

Santa Faustina, o Terço e a Festa da Misericórdia

Hoje você vai saber um pouco mais sobre a Festa da Misericórdia, um dos elementos mais importantes da devoção à Divina Misericórdia presentes nas revelações de Nosso Senhor à Santa Faustina. No Diário o tema recorre em 37 números, em 16 dos quais nos deparamos com uma manifestação extraordinária de Jesus a seu respeito.

Em 22/02/1931, uma das primeiras revelações de Jesus à Santa Faustina diz respeito à Festa da Misericórdia, que deveria ser celebrada no 2º domingo da Páscoa:

Eu desejo que haja a Festa da Misericórdia. Quero que essa Imagem, que pintarás com o pincel, seja benzida solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa, e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia (Diário, 49; cf. 88; 280; 299b; 458; 742; 1048; 1517).

Jesus, eu confio em vós
Jesus, eu confio em vós

No dia 13 de setembro de 1935 Santa Faustina Kowalska teve uma visão importante, base para a Devoção a Jesus Misericordioso. Ela se deparou com o “anjo executor da ira de Deus” (cf. Diário, 474) cuja missão era atingir a terra com raios e relâmpagos – sinal da ira de Deus pelos pecados cometidos pela humanidade. Faustina tenta impedir a missão do anjo prometendo-lhe que “o mundo faria penitência”, e imediatamente passa a suplicar a Deus com uma oração que, no dia seguinte, ela fica sabendo pelo próprio Jesus, serve para aplacar a ira de Deus. Esta mesma oração é a que rezamos dentro das dezenas do terço da misericórdia. Neste mesmo dia, Jesus lhe ensina a fórmula completa do terço, e mais tarde revela: “pela recitação desse terço aproximas a humanidade de Mim” (Diário, 929).


Como rezar o Terço da Misericórdia:

Início:
Pai-Nosso, Ave-Maria, Creio

Nas contas grandes:
Eterno Pai, eu vos ofereço o Corpo, Sangue, Alma e Divindade de vosso diletíssimo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação de nossos pecados e os do mundo inteiro.

Nas contas pequenas:
Pela sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

Ao final de cada mistério rezar:
Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus, como fonte de misericórdia para nós, eu confio em Vós.
Ao final do terço, rezar três vezes:
Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

Artigo feito em parceria com a Renovação Carismática Católica da Diocese de Barra do Piraí – Volta Redonda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *