Leitura orante da Palavra.
Meditação

10 dicas para a meditação contemplativa de um texto bíblico

No mundo barulhento e agitado em que vivemos, muitas vezes pode parecer difícil alcançar uma vida contemplativa de qualidade. Lembremos que, para Deus, não existe o impossível e é através da Sua graça que somos capazes de fazer tudo. Hoje você verá 10 dicas para a meditação contemplativa de um texto bíblico, e essa prática vai te ajudar muito na sua intimidade com Deus.

Já faz tempo que os cristãos, na busca por conhecer melhor a Palavra de Deus, praticam a leitura orante da Bíblia, chamada Lectio Divina. Ao contrário do que muitas pessoas acham e fazem, de que para saber sobre a Bíblia basta ler corriqueiramente e sem critério seus textos, os praticantes da leitura orante buscam não apenas ler, mas também meditar e contemplar cada passagem.

O resultado dessa prática é um entendimento maior, não apenas do significado do texto, mas do que Deus diz por meio dele e que se aplica em nossa própria vida. Não se trata apenas da leitura, mas da escuta.

Os Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola são fundamentados na Palavra de Deus e o método inaciano propõe a leitura de um texto bíblico sempre que formos rezar. E não precisa ser um texto longo. Algumas vezes basta um pequeno versículo ou palavra, pois Santo Inácio nos lembra: “Não é o muito saber que sacia e satisfaz a alma, mas o sentir e saborear as coisas internamente” [EE 2].

10 dicas para a meditação contemplativa de um texto bíblico

Para quem tem dificuldade em praticar a leitura orante da Bíblia, o Centro Loyola de Fé e Cultura PUC-Rio elaborou um pequeno passo a passo. Confira:

1. Escolha o texto bíblico a ser rezado. Pode ser o Evangelho do Dia, por exemplo;

2. Escolha o tempo e o lugar;

3. Respire por três vezes ou mais até você conseguir aquietar o coração e a mente;

4. Peça a graça que deseja alcançar;

5. Leia o texto uma ou duas vezes para memorizar;

6. Com os olhos da imaginação, transporte-se para a cena bíblica, veja quem são os personagens, seus sentimentos. Encarne-os;

7. Escute o que eles dizem, a voz deles, a entonação;

8. Considere o que eles fazem. A dor do personagem é a sua dor;

9. Saboreie a parte que mais o tocou. Aqui, Deus quer te falar;

10. Agradeça a Deus por esse encontro, no qual você teve a oportunidade de conhecê-lo mais intimamente.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *