dois irmãos e um celeiro
Agregando Valores

A história de dois irmãos e um celeiro nos ensina a partilhar

Buscar a partilha com generosidade e solidariedade, visando o bem dos irmãos é uma obrigação do cristão. Jesus nos ensinou tudo o que necessitamos para alcançar a vida eterna, e na Igreja primitiva existia um clima de grande caridade e igualdade. A história de hoje vem para reforçar a importância de trabalhar juntos e dividir.

Dois irmãos e um celeiro

Dois rapazes moravam na mesma fazenda quando o pai morreu. O que era solteiro ficou morando na casa em que o pai morava. O casado morava na casa ao lado. Eles tinham uma plantação imensa de arroz e um celeiro em comum, e combinaram de trabalhar juntos e dividir tudo.

Colheram dezenas de sacos de arroz, metade para um e metade para o outro, e assim fizeram dois celeiros. Fizeram uma boa colheita, estavam com os depósitos cheios. No final da tarde, o irmão solteiro começou a pensar que aquela divisão não estava certa. Pensava:

“Eu sou solteiro e meu irmão é casado, tem mulher e filhos. Ele precisa de mais arroz do que eu, pois sou sozinho.”

À noite, ele se levantou, foi ao celeiro dele, pegou um saco de arroz, escondido, e colocou no celeiro do irmão.

O irmão acordou na manhã seguinte e começou a pensar:

“Essa divisão não está justa, pois sou casado, tenho minha mulher e meus filhos. E eles vão crescer e poderão me ajudar. Mas meu irmão, coitado, ele é sozinho. E se ele não casar, não vai ter ninguém por ele. O certo é ele ganhar uma parte a mais que eu.”

Levantou, foi a seu celeiro, pegou um saco de arroz e colocou no celeiro do irmão. E assim foram vivendo: a cada colheita, um levava uma parte a mais para o outro. Só não entendiam como é que sempre ficava a mesma quantidade para cada um.

Uma bela noite, o relógio biológico se confundiu, e os dois se levantaram na mesma hora e se encontraram no meio do caminho. Um olhou para o outro. Colocaram o arroz no chão, se abraçaram e choraram. A partir daquele dia, fizeram um único celeiro.

Peça ao Senhor a graça de fazer a experiência do amor infinito, que cura, que restaura e transforma sua história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *